Google+ Badge

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Quotes - #4 - Rules

Rules are what the artist breaks; the memorage never emerged from a formula.  Bill Bernbach


Very true. There are several examples. There are several "colombo eggs". What everyone sees, is not only and just what the "artist" observes.


http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2013/05/obra-de-barnett-newman-e-vendida-por-us-44-milhoes-em-nova-york.html

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

José Eduardo dos Santos e a publicidade na TV(s)

José Eduardo dos Santos e a publicidade na TV(s)


Sabem o que une os dois? Vamos lá!

José Eduardo dos Santos, o Presidente Camarada, dispara contra a corrupção, dispara contra o enriquecimento elícito (de quem?), mantém um discurso político coerente, diz o mesmo há 37 anos, enche os angolanos de esperança com o seu futuro.

Angola foi um dos países que mais cresceu no passado (contanto que o PIB é um critério verdadeiro de crescimento e bem-estar) e a mortalidade infantil é uma das maiores do mundo…imagens que vamos vendo sobre a realidade angolana…de serem proibidas manifestação contra o governo (contra ele), de pessoas serem presas por lerem um determinado livro….Ferramentas para destruir o ditador e evitar nova ditadura",

No caso da publicidade na TV(s) falo de repetição  excessiva da mesma mensagem nos intervalos de programas (filmes, séries …) ou interrompendo as transmissões  em directo (Olimpíadas) . As marcas parecem que ainda pensam que “água mole em pedra dura, tanto bate, até que fura”…o que pode acontecer, acontece comigo…é que fico sem vontade nenhuma de beber aquela Sagres, Super Bock ou abrir o Casal Garcia ou Licor Beirão.  Elas, não sei se percebem,  estão a gastar o meu tempo … e viva a box ou o comando da TV.~

O que ambos então têm em comum?  O dom de serem repetitivos, de nos iludirem com antigas, conhecidas ou falsas promessas. 


Ao caso particular do Presidente Camarada, acrescento o de outros governantes , cá ou de fora do burgo, que prometem, prometem…e continuam a prometer.

sexta-feira, 29 de julho de 2016




Sanções da Comunidade (ou como é fácil ser comentador)

Parece que ninguém acertou na nossa penalização. De  milhões a muitos milhões, o nosso destino estava traçado.  Nem o próprio Mário Centeno ( que a par de Fernando Santos, devem ser os portugueses mais optimistas à face da terra), pensou no que se passou.

Felizmente que todos se enganaram....mas há por ai uns que andam a brincar com isto tudo

Temos agora um novo jogo. Qual vai ser o apoio do Estado à CGD? Aceitam-se apostas… Marques Mendes, chegue-se à frente…mas não vá sozinho.

Felizmente que todos se enganaram....

quarta-feira, 27 de julho de 2016

O pessoal anda muito desorientado

O pessoal anda muito desorientado


Li recentemente um livro de Rubem Braga, “Ai de ti, Copacabana”. Ele é  um os maiores cronistas da língua portuguesa. Sim, português…português com sotaque, com outros léxicos, com mais C´s ou menos C´s…mas português
Isto do “des”Acordo Ortográfico” só é assunto porque, infelizmente, ainda grassa algum analfabetismo na CPLP.  Falando do que me é mais próximo, vejam-se as novelas….ninguém se queixa de não perceber os diálogos e as sacanagens. O mesmo se passa quando ouvimos Caetano, Lenine ou as saudosas Mamonas Assassinas….ouvimos, gostamos, trauteamos e dançamos….
Leiam esta cónica de Rubem Braga, “O Pessoal”

“Chega o velho carteiro e me deixa uma carta. Quando se vai afastando eu o chamo: a carta não é para mim. Aqui não mora ninguém com este nome, explico-lhe. Ele guarda o envelope e coça a cabeça um instante, pensativo:
--O senhor pode me dizer uma coisa? Por que é que agora há tanta carta com endereço errado? Antigamente isso acontecia uma vez ou outra. Agora, não sei o que houve...

E abana a cabeça, em um gesto de censura para a humanidade que não se encontra mais, que envia mensagens inúteis para endereços errados.

Sugiro-lhe que a cidade cresce muito depressa, que há edifícios onde havia casinhas, as pessoas se mudam mais que antigamente. Ele passa o lenço pela testa suada:
--É, isso é verdade...Mas reparando bem o senhor vê que o pessoal anda muito desorientado. O pessoal anda muito desorientado...

E se foi com seu maço de cartas, abanando a cabeça. Fiquei na janela, olhando a rua à toa numa tristeza indefinível. Um amigo me telefona, pergunta como vão as coisas. E não consigo resistir:
--Vão bem, mas o pessoal anda muito desorientado. (o que aliás é verdade)”
Janeiro de 1957, Rio de Janeiro

É verdade. O pessoal anda desorientado, muito mesmo.  Andam desorientados à esquerda e à direita. Mas também andam desorientados no futebol, na política, nos tribunais,  nos valores que devemos dividir  e aplicar aos outros
Andamos desorientados com o que fazer à CGD, ao BES, ao BANIF, ao Sócrates (façam algo ao Sr Pá…nem que seja deixá-lo em paz) …mas também andamos desorientados no que diz respeito a aplicar uma política fiscal agressiva para investimentos empresariais, desorientados em ter uma política energética e de mobilidade sustentável, desorientados a circular de carro ou mota nas cidades, ….

Alguém que ande por esta terra deve sentir-se desorientado e desnorteado  … o que poderá vir a dar em angustiado e revoltado….e os tempos que andam por aí podem levar a isso mesmo 


sexta-feira, 15 de julho de 2016

Quotes - # 3 - Gossip



"I am annoyed to find myself continually described by people whom I have never set eyes on as bad-tempered."

- Evelyn Waugh, Diary (26 Dec 47)

Um dos problemas que as Medias Sociais promovem é um falatório desmesurado. Todos podem ter opinião...é bom que o tenham....tenham opinião sobre isto, aquilo ou aqueloutra situação, evento...mas deixem de bisbilhotar, paparizzar ....

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Quotes - #1

"The less confident you are, the more serious you have to act." - Tara Ploughman

Alguma coisa tem que parecer séria e consistente.