Google+ Badge

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Imprevisibilidade (ou a saudade de um Verão)

Cacela / Praia do Costa
Imprevisibilidade (ou a saudade de um Verão)

Cresci a saber que o dia tem 24h. Que o sol nasce de manhã; que se põe à tarde.
Que temos 4 estações. Que a boa para ir à praia é o Verão. Que as férias grandes estavam à porta. Que era a altura em que eu podia jogar à bola o dia todo. Que o relógio nessa altura apenas tinha o ponteiro do cansaço.  

Mais uma série de regras e comportamentos de boa educação que nos ensinaram em casa, na escola e com as pessoas que nos estavam mais próximas.

Que dentro de certos parâmetros, devemos ter uma vida mais ou menos previsível. Uns gostam mais de previsibilidade; outros menos. Diferenças saudáveis.

Uns que escrevem com a mão direita; outros com a esquerda, como a minha mãe. Ela fazia tudo com a esquerda, excepto escrever. Regras do ensino da altura.

Chegamos aos tempos de hoje. 28 de Maio de 2013. Faz frio e chove. O governo também diz uma coisa, faz outra e depois reconsidera. O ministro da economia diz uma coisa: o ministro das finanças faz outra, anulando a anterior.

O planeamento fiscal não existe. O que se vai passar em 2014 …não se sabe ainda. Tampouco se sabe o que vai ser o final deste ano (bem pior ou não).  Que a gasolina sobe e desce em todas as insígnias e na mesma altura. Que se percorre autoestrada e o combustível, curiosamente, tem os preços iguais em todos os postos.

Na final da taça de Portugal de futebol os jogadores de uma equipa parecem não conhecer o nosso presidente. Não o cumprimentaram na entrega das medalhas da sua honrosa presença (digo isto sem qualquer humor). E que o  director da respectiva federação nada fez para remediar a gaffe. Talvez porque o nosso presidente actua na sua, muito própria,   twilight zone. Acrescento também que alguns comentadores de futebol que a TV apresenta tinham lugar nos circos romanos. Para serem comidos pelos leões (sem qualquer referência ao meu clube). Só para aquecer a multidão.  

Por outro lado,  temos o  Zezé Camarinha e o Castelo Branco, entre outros,  a entrarem-nos pela televisão a dentro. Ao que acrescento, a darem-nos conselhos de vida. E há quem os escute e siga.

Não vejam nisto uma saudade da minha parte das políticas do passado (só do tempo em que o Sporting ia ganhando uns campeonatos). Apenas tenho dificuldade em reconhecer qualquer tipo de mérito àqueles (alguns ou muitos) que mexem os cordelinhos na nossa sociedade.

A isto tudo junto o medo que tenho ao saber que eles, os tais dos cordelinhos, podem ter mais uns 15 a 20 anos de esperança de vida no activo. Hoje li que a esperança de vida anda pelos 80.  Pior, já andam a deixar descendentes, como Batman e Robin.

Isto tudo deve ser por estar a ficar mais velho.


Sudades do Verão


Quotes - #14 - Marketing and sales

Design is intelligence made visible.


Toda a atitude inteligente e provida de bom senso sobre os serviços, qualquer que ele seja (digo serviços porque tudo se pode tornar um serviço), resulta num meio caminho percorrido para o sucesso.

Aliás, o facto de tornar o seu produto num serviço, pode fazer com ele seja único. Tudo o que de bom sabe fazer e quer aprender a fazer, pode ser colocado no seu serviço. Este modo / processo, pode ser o meio de tornar o seu serviço visível.


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
@joaodavespa

terça-feira, 28 de maio de 2013

Quotes - #13 - Marketing and sales


What really decides consumers to buy or not to buy is the content of your advertising, not its form.

David Ogilvy
Há packs de serviços que, ao analisarmos o produto, percebemos o serviço envolvente – embalagem, comunicação, distribuição e outro – é muito melhor. Recentemente confrontei-me com um conceito novo de restauração que por cá apareceu, a Padaria Portuguesa. A embalagem e a proposta são muito atraentes. Avaliem o produto….

O mesmo existe no nosso mundo pessoal.  Veja-se o que acontece com as “nossas primeiras impressões”. Condicionam (ou podem condicionar) o nosso comportamento, pelo menos, numa primeira fase.  


Um profe que tive dizia em relação à restauração:”  um restaurante devia convidar o  primeiro cliente que entrasse no restaurante. É ele que atrai os outros. “ Ninguém entra num restaurante vazio. 


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
@joaodavespa

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Quotes #12 - Marketing and sales

Man’s mind, once stretched by a new idea, never regains its original dimensions.

Seguem algumas sugestões para que saia da rotina. Se possível, leve alguém consigo. Companhia, em regra, faz (muito) bem.

·         Sente-se direito, levante a cabeça e respire fundo;
·         Leia um livro;
·         Não planeie as férias, vá à descoberta;
·         Faça voluntariado;
·         Jogue às escondidas de novo;
·         Compre Lego e brinque;
       Brinque a fale com os mais novos; com os mais velhos;
·         Investigue a sua árvore genealógica;
·         Descontraia-se;
·         Escreva um poema;
·         Vá brincar com um papagaio de papel;
·         Deixe de ler tanto;
·         Comece a ler outras coisas;
·         Passe uma noite sem ver televisão;
·         Olhe concentrado durante 15 minutos para um assunto que habitualmente não lhe interessa;
·         Sinta-se novamente aluno.

Há mais algumas técnicas:
-tomar banho às escuras.
- o que faz normalmente com uma mão, passar a fazer com a outra (escovar os dentes,  abrir a porta...; mas não dirija na faixa contrária);
- seja persistente; não seja obstinado;
- aceite que falhou;
- associe-se.






João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.com/
@joaodavespa

domingo, 26 de maio de 2013

Quotes - #11 - Marketing and sales

Design trends change more often than the wind, and slightly less often than my socks



As minhas meias têm-se mantido muito iguais. O fenómeno das tendências, de novos acrónimos e do design (de tudo e de nada) anda num tornado constante e inconstante.  O que é bom!!!

Veja-se a quantidade de modos de servir o café. Quando o comecei  a beber havia poucas variantes: cheio, carioca e pouco mais. Uns  Clientes pediam ainda uma pequena vriante: falo do cheirinho.  Agora há imensos. Quentes, frios...com princípio, sem princípio...

Há que estar atento e pensar que a nossa ideia pode, realmente, ter espaço. Apenas tem que ser trabalhada e lançada.

A técnica do "Boralá", desenvolvida pelos Homens da Luta, é uma grande ajuda, Consiste em 4 passos:
- uma ideia,
- um mini teste de aceitação
- aceitação
- boralá (implementação)


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques


@joaodavespa