Google+ Badge

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

2016

Há muita coisa para fazer em 2016...muitas delas só não as fez porque andou distraído...


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Banife-se (ou o meu depósito de 1000 euros que ardeu)


Banife-se (ou o meu depósito de 1000 euros que ardeu)
Caso de polícia ...

Perdi o meu depósito de 1.000 euros no BANIF. Na verdade nunca o tive. Vamos pensar que eu era possuidor de 1000 euros em bitcoin no BANif…deixem-me explicar

O Banco, o Banif, foi intervencionado em “O Banif foi recapitalizado pelo Estado a 31 de Dezembro de 2012, com recurso a capitais públicos no valor de 1100 milhões de euros, ficando o Estado com uma posição de 61% no banco. “ …parece que à data de Dezembro de 2015 totaliza “ intervenção do Estado no Banif totaliza, para já, custos 2.930 milhões de euros e António Costa garantiu neste domingo à noite que os gastos com a instituição não irão além daquela valor.  O primeiro-ministro admite mesmo que possa haver recuperação de parte desses custos.”



Quem já fez as contas diz que, para já, cada português tem / teve que arcar com 1000 euros……

Na verdade o que interessa é que se sucedem vários casos na nossa Banca. BPN, BPP, BES, BANIF….e ninguém consegue precaver estes escândalos…estas percas…estas desconfianças…esta má gestão….gestão que também é da responsabilidade do Banco de Portugal. Pergunta-se, pergunto, o que eles andam lá a fazer....


A vida Plug and Play (ou como passar a ideia de tornar a gestão mais fácil) e alguns


A vida Plug and Play (ou como passar a ideia de tornar a gestão mais fácil)


Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.Clarice Lispector

A simplicidade é o último grau de sofisticação.



Keywords: KISS, simplicidade, teasers, vendas, gestão



“A simplicidade é o resultado da experiência prática, da maturidade dos gestores e do discernimento sobre o que é essencial para o sucesso dos negócios.” Ao que eu acrescento, um certo dom ou intuição para perceber que o caminho é o certo ou o errado.



Lembro-me que no meu curso de gestão. Numa das cadeiras falávamos do KISS. Um acrónimo que tem sido fácil de decorar, nem sempre de usar. Pode ser lido assim, “Keep it simple, stupid"…ou assim, “Keep it simply stupid”. Como várias leituras, idem da bíblia, uma vírgula (ou a ausência da mesma), faz muita diferença. Mas andemos…

Há quem defina a Complexidade como:

“A complexidade é o subproduto cumulativo de grandes e pequenas mudanças organizacionais que, no decorrer dos anos, complicam (muitas vezes de modo imperceptível) a maneira como o trabalho é feito.  As suas causas tendem a cair numa de quatro categorias: mitose estrutural, proliferação de produtos, evolução de processos e hábitos gestão.”



Mas o que andamos nesta prosa à procura é da simplificação: http://mexxer.pt/7-estrategias-simplificar-organizacoes/ ….gosto, particularmente, do Limpar o Mato (tem muito que se lhe diga). É algo que convém fazer de vez em quando…

Há, também, vários profissionais que usam e abusam de palavras complicadas, daquelas que são difíceis de escrever e dizer… Tenha em mente que nem todos os seus interlocutores são tão eloquentes como você….

Lembro-me agora das minhas visitas em trabalho à sede do PCP. Trabalho, não trabalho político….o facto de nenhum do  meus Clientes (e amigos) usar gravata por lá fez, rapidamente, que eu deixasse a minha no carro.  Mais tarde comecei a deixá-la em casa…abençoado PCP. Ou seja, simplifiquei, neste caso do PCP, o meu trato com eles.

Muita da simplicidade que é transmitida tem a ver com o discurso do emissor, a capacidade deste se ajustar ou não ao receptor. E como a vida é feita de palavras, e a gestão faz parte da vida, seguem alguns teasers / expressões para facilitar a vida.

Intuitivo
Simplicidade em si mesmo
Tudo o que tem que fazer é
Sem dores de cabeça
Um toque e..já está
Seguro e simples
Simples
Já está
É só encaixar
Fácil de usar
Extraordinariamente simples
Em poucos segundos
Manutenção reduzida
Piece of cake
Não pode ser mais fácil
Manutenção inexistente
Pra bebés
Instruções em português e vídeo no youtube
Fácil montar
Fácil de entender
Vídeo exemplificativo
Em um passo
Num só passo
Ainda mais simples
Rápido
Sem dores de cabeça
Simplificado
Rápido e fácil
Sem esforço
Não pode ser mais fácil
Excelente para começar
Automático
Fácil de entender



A utilização destas palavras (feitas de ideias feitas) tornará o seu processo de aproximação ao Cliente, de venda, de social selling mais simples, menos equivocado, mais assertivo.

Noto, lembro e relembro a utilização de certas muletas nos discursos, nas conversas…. Estas podem ser / são uma pura perda de tempo, uma confirmação de que o Vendedor não está seguro do que faz…a repetida utilização do “tás a perceber”, do “portanto” e do “portantos”(muito comum), o recontar por palavras iguais o que foi dito anteriormente….é um modo de complicar, de causar distração…enfado...

João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://jpmarques.blogspot.com; @joaodavespa