Google+ Badge

sábado, 29 de dezembro de 2012

Também há coisas boas - 29 de Dezembro


Também há boas notícias - 29 de Dezembro

"Os mares, as chuvas, a necessidade, o desejo, a luta contra a morte - são estas coisas que nos unem a todos", Albert Camus
Largo do Ferrador
Ontem, em casa do amigo casa do amigo João Pacheco, reuniram-se para jantar, a Inês e a Inês, o Paddy, o Zé, o Zé, a Ana, A Sofia, o Emílio, a Mariana, o Xico...e mais alguma criançada..daquela que é irrequieta......bom rever os amigos do passado. Cumpriu-se o ritual...boa conversa, boa bebida, boas histórias e a certeza de que todos queremos fazer coisas.

Uma directora australiana no Museu Serralves...a arte não tem fronteiras. Pena que existam fronteiras em quase tudo o resto.

Os dinossauros da política vão sair...sangue novo nas autarquias  ...pelo menos abre-se uma janela de esperança.

CPLP é um mar de oportunidades. Quem o diz é Murade Murargy, o moçambicano que é secretário desta organização. E é com toda a certeza. Um mar que anda pelo Atlântico, pelo Indico. 8 ondas...diferentes....

Uma boa realidade: a avó não aprendeu a ler, mas os netos são doutores. Há que aproveitar isto.

Nestlé concentra em Portugal toda a gestão da Península Ibérica.  

Praça do Comércio
Lisboa com sol (de manhã).

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Também há coisas boas - 28 de Dezembro


Também há coisas boas - 28 de Dezembro

"Quem, para não falar sobre os perigos de um mar terrível e desconhecido, teria deixado a Ásia ou a África ou a Itália para procurar a Alemanha?", Tácito

Se comprássemos os jornais só pela capa (eu fazia-o no passado), a capa do DN não nos trás nada que se possa qualificar de bom, de porreiro, de ainda bem que é assim ou que aconteceu. A única que pode encher o olho de alguém / alguns é o prémio de €6 .600.000 no totoloto.

O Canal Parlamento só deve servir para aferir a assiduidade (ou falta de) dos deputados.

Transplantados vão passar a ser tratados perto de casa. Boa medida do Ministério da Saúde.

GNR entrega roupa contrafeita a instituições. Boa!

Amazon entra nas séries de "TV".

Lisboa está fria e bonita, mas o sol não aquece.

 

Palavras e atitudes para 2013

Believing what we want to believe (by Seth Godin)

Believing what we want to believe (by Seth Godin)

Human beings, thanks to culture and genetics, are inclined to be pessimistic, fearful, skeptical and believers in conspiracy theories. We also don't like change.

The marketer (products, government, religion, whatever) that decides to trade in any of these glitches has a tremendous advantage. It's far easier to create fear than to soothe it, far easier to argue for a conspiracy than to prove that one doesn't exist.

When we find ourselves rewarding our instincts instead of reality, we often make poor choices. Of course, sometimes there's a good reason to be afraid or to imagine that a secret conspiracy is at work. Not often, though.

When confronted by a mass of facts and nothing but instinct or tribal confirmation on the other side, it might be worth revisiting why we choose to believe what we believe.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Também há coisas boas - 27 de Dezembro


Também há coisas boas - 27 de Dezembro

"A passagem das eras muda todas as coisas: o tempo, a linguagem, a terra e os limites do mar", Lord Byron

O nosso comércio inovou. Fez um Black Friday na Wednesday.

Mosteiro em Caminha do séc XII (São João da Arga) em vias de ser classificado Monumento nacional.

Plano de Promoção da Bicicleta...boa medida.

Cittaslow Portugal...uma associação para aumentar a qualidade de vida. Vale a pesquisar um pouco mais.

Associação desenvolvida por Filipe de Botton parece ser uma excelente medida. Portugueses com altos cargos o estrangeiro juntarem-se a bem da nação.

Foi há 50 anos que começou a BBC in portuguese. Congratulations


Lisboa com sol e frio.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Também há coisas boas - 26 de Dezembro

Também há coisas boas - 26 de Dezembro

"Ele resignou-se com um suspiro a um mar de palavras sem qualquer peso ou semelhança com a vida", Milan Kundera

Após as 9 renas (Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão ,  Relâmpago e Rodolfo. Esta última, é uma rena com um brilhante nariz vermelho) terem viajado pelo mundo e deixado muitos brinquedos , vamos continuar com a busca de coisas boas.

Pai Natal gigante na Régua. 20 metros, 30 toneladas. ...obra de um empresário local. Seria uma boa notícia para ser divulgada e quase nada se diz sobre a mesma....andam distraídos com um tal de Baptista da Silva????

É o que disse  Passos Coelho na sua comunicação ao país. Acredito que seja assim...

As chuvas de Dezembro encheram as barragens. Algo que não depende da Troika....

Nuno Silva quer criar um parque de naturismo. Que crie e já. A ser criado, será em Vila do Bispo.

Universidade de Aveiro desenvolve uma capa regeneradora para aviões. Seguem-se os automóveis, as ventoinhas eólicas e a indústria petrolífera. A nossa TI para o mundo.


Villa da Pedra
Monte da Fornalha
O Turismo de Aldeia Villa Pedra e o Turismo Rural Monte da Fornalha ganham dois prémios internacionais promovidos pelo I-Escape.com . O que  é nacional é bom.




Lisboa com um solzinho de Inverno muito bom.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Natal, por José Luís Peixoto


"na hora de pôr a mesa, éramos cinco:
o meu pai, a minha mãe, as minhas irmãs
e eu. depois, a minha irmã mais velha
casou-se. depois, a minha irmã mais nova
casou-se. depois, o meu pai morreu. hoje,
na hora de pôr a mesa, somos cinco,
menos a minha irmã mais velha que está
na casa dela, menos a minha irmã mais
nova que está na casa dela, menos o meu
pai, menos a minha mãe viúva. cada um
deles é um lugar vazio nesta mesa onde
como sozinho. mas irão estar sempre aqui.
na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco.
enquanto um de nós estiver vivo, seremos
sempre cinco”

― José Luís Peixoto

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Também há coisas boas – 24 de Dezembro


Também há coisas boas – 24 de Dezembro

"Os seres humanos estão rodeados por mares escuros e vastos. Olham-se ansiando, mas nunca chegando a tocar uns nos outros”, Gyorgy Lukács.

Lisboa tem uma árvore de Natal de 26 metros.

Costa portuguesa vigiada à séria. Finalmente. Será que vamos começar a vigiar de fora para dentro?

Mais um navio afundado descoberto na costa portuguesa. Este tem mais de 100 anos…é em Esposende.
Cada vez mais somos um scuba diving spot.

Marcas de vinho que usavam vedantes retornaram à rolha.

O “chef” do 100 Maneiras, em Lisboa, com o portuguesíssimo nome de Ljubomir Stanisic, diz-nos que : “Adora a comida portuguesa, é das melhores do mundo”. Ele sabe bem o que diz. A sugestão dele, para o prato de Natal, é Cabrito Assado. 



Lisboa acordou com sol e não muito frio.  

domingo, 23 de dezembro de 2012

Bolo-rei.


Bolo-rei (e uma pequena história sobre ele).

É um dos meus bolos favoritos. Felizmente que é difícil encontrá-lo fora das festas. Encontro um substituto digno, o Caracol. Apanhei um pequeno quiz no Expresso sobre o bolo-rei. Segue as respostas correctas do mesmo. Porque saber de doces também é saber de história:

O quadro que inspirou o Bolo-rei foi pintado por Jean-Baptiste Greuze e tem o nome de "Le Gâteau des rois". Sinto-me confortado pelo autor também se chamar João.
Passo o ano todo a dizer para mim que sou mais de “salgados” do que de “doces”. Mas eu sou mesmo é de “doces & salgados”.

Caracol 

O Bolo-rei nasceu em França. Foi proibido após a revolução francesa porque era conotado com a realeza.


A sua simbologia representa os presentes oferecidos pelo Gaspar, Belchior e Baltasar, os três Reis Magos.

O primeiro fabricante português foi a Confeitaria Nacional.

Há o chamado Bolo-rainha. Mas este não leva frutas cristalizadas. As frutas cristalizadas são banhadas em Xarope de Açúcar.  

A fava no Bolo-rei significava azar. Quem a apanhava, pagaria o  próximo bolo. No entanto, a CE, por motivos de segurança, retirou esta tradição. Coisas da ASAE comunitária.

Esta próxima informação deixa-me assustado. Cada fatia de 100gr tem 321 calorias.Xi...

Aproveitem-no. Eu já comecei...



Também há coisas boas - 23 de Dezembro



Cabo Espichel.
Também há coisas boas – 23 de Dezembro

“O mar é vasto, é imenso, os meus olhos vagueiam longe e anseiam ser livres”, Thomas Mann

Há mais ouro no Alentejo.


“El Gordo” – parte sai a desempregados e por toda a Espanha.

Portugueses em 63º lugar na lista dos povos mais positivos do mundo. Não muito bom. Panamá, Paraguai e El Salvador lideram a lista. (estudo da Gallup).

Burros mirandeses com 900 padrinhos. Campanha de angariação de fundos parece funcionar.

Tito Paris é embaixador de Cabo Verde no Mundo.  Parece ser merecido.
Ontem soube que a recuperação de um amigo que colocou um “pilha” no coração,  está a correr bem



Restauradores.
Lisboa fria e com nevoeiro.