Google+ Badge

sábado, 8 de junho de 2013

Quotes - #19- Marketing and sales

Content is king, but marketing is queen and runs the household

O que está dito acima faz-me a história do cofre, lição aprendida na altura através de um livro (com capa castanha) do Kotler – Marketing, uma edição em "brasileiro".

 Pode não nos valer de muito ter o melhor cofre do mundo. Um que aguente tudo. Basta para isso que não saibamos comunicar as suas mais-valias, que o seu preço não esteja ajustado ao mercado (ou à expectativa de um produto premium) e que a sua distribuição não seja a mais adequada. O produto pode assim não se impor, vão vencer, não convencer...ou ser completamente desajustado da realidade

Hoje em dia já não é assim tão simples vencer e comunicar, de forma assertiva, as vantagens. . A concorrência é bem maior, vem de todo o lado, a media e as formas de comunicar são imensas e, em alguns casos, imprevisíveis.

Imagine que o seu vídeo promocional torna-se viral. De repente, de forma inesperada, atinge propstects inesperados....

Ps: A imagem acima pretende mostrar a ideia difusa que podemos ter da comunicação. Se faltar "qualidade percebidar" num dos 4P´s, podemos não comprar.

João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.comjoaodavespa@hotmail.com
@joaodavespa

Think before you print. Think before you replay.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Quotes - #18 Marketing and sales

Haka, o grito de união do rugby da Nova Zelândia
No one ever succeeds without the help of others

Jay Abraham

 Num tempo em que tudo acontece depressa e de modo, muitas vezes incontrolável, a capacidade de montar uma boa equipas é cada vez mais um factor crítico de sucesso.

Há vários exemplos / experiências  que vivenciamos em diversos sectores ou actividades.

Nos últimos dois anos tenho estado perto de algumas startups e assistido a algumas conversas / palestras. Dos muitos e variados ensinamentos que de lá advêm,  um é comum : façam boas equipas e que estas sejam complementares.

Pensem numa refeição num restaurante exótico. Se forem sozinhos, ficam-se por uma entrada, um prato e uma sobremesa. Juntem mais um e passa a ser uma experiência a dobrar e assim sucessivamente.

Tenho o privilégio de ajudar a treinar uma equipa de rugby constituída por crianças. É no Clube de Rugby São Miguel. Um dos ensinamentos que passamos, sendo um dos nossos lemas é: “somos todos UM”.   

Convido-os para este meu NÓS e nós.


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.comjoaodavespa@hotmail.com
@joaodavespa
Think before you print. Think before you replay.


quinta-feira, 6 de junho de 2013

Mais do que um Sporting Benfica

Escolha a tecla certa. Tecle correctamente. Não dê erros


Quotes - #17 Marketing and sales

Nine out of ten businesses fail; so I came up with a foolproof plan — create ten businesses


Podemos acrescentar:
a)      não esmoreça.
b)      pense, faça, lance, refaça, lance outra vez. Um pouco como a teoria do monopólio. Pode sempre voltar à casa da partia.

Procure receitas de bacalhau Há várias. Umas muito elaboradas; outras menos. Eu prefiro o bacalhau cozido, com azeite e alho. Há negócios simples. Pode não valer a pena complicar. Mas há sempre uma outra opção de olhar para o serviço, para o mercado. 


Não deve ser teimoso com a estratégia escolhida ou deixar-se "enganar" por questões emocionais. Existem custos afundados,  estes não devem ser o suporte da sua decisão de continuar.  


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
@joaodavespa

 

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Quotes - #16 - Marketing and sales

Farol de Vila Real de Santo António
If everything seems under control, you’re just not going fast enough.

Mario Andretti

Não é necessariamente assim. No entanto, o facto de amolecermos no estabelecimento de objectivos e acharmos que tudo o que está bem, faz com que tudo possa ficar, de repente, pouco atentos, pouco espertos  e que os processos passem a correr mal.

O facto das empresas não investirem, não se actualizarem, pode / faz...com que percam competitividade.


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.comjoaodavespa@hotmail.com
@joaodavespa
Think before you print. Think before you replay.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Quotes - #15 Marketing and sales

If plan “A” fails — remember you have 25 letters left - Chris Guillebeau



Podemos não acertar à primeira, o que acontece a mior parte das vezes. Mas podemos acertar lá mais a frente. Há um fine tunning permanente que pode e deve ser feito.

Lembro-me de ler sobre o  lançamento / entrada da Honda (motos) nos Estados Unidos. Anos 60 do século passado. Eles quiseram entrar com motos de grande cilindrada. O mercado americano era assim. Apenas big bikes. Reinava a Harley Davison   e a Triumph, mas afastada.

Os japoneses tinham motas grandes e  mais  baratos. Mas, na altura, eram menos ajustados ao tipo de uso feito na américa. Os americanos faziam grandes viagens. As motas japoneses tinham alguns problemas a responder a este desafio. Pingavam óleo. Tinham que ser arranjadas no Japão. Toda a margem conseguida na venda esbatia-se no serviço de reparação

Mas a operação nipónica tinha, apenas para serviço da empresa, umas motos mais pequenas.
A operação das motos de grande cilindrada corria mal.  Um dos gestores, um dia, para combater a frustração com os resultados, foi fazer um cross com uma das suas motos mais pequenas.

Gostou da experiência e resolveu convidar os seus colegas para uma nova experiência. Todos gostaram. Mas, o mais importante, foi que, sem terem nada planeado, tiveram público. Quando acabou o “passeio” foram interpelados pela assistência. Esta  perguntou-lhes onde se vendiam as motas.

A resposta foi: não estão a venda; não temos para vender. Tinham uma estratégia e não a queriam abandonar. As motas de grande cilindrada

Só com muita insistência por parte de muitos americanos que queriam comprar as motos mais pequenas , a Honda começou a vender nos states estas motas de mais baixa cilindrada.

Não só a Honda percorreu algumas letras do abecedário, como também teve de alterar a sua estratégia.

Muitas vezes a solução do sucesso está na embalagem, num subproduto ou numa abordagem diferente. Neste caso estava, digamos,  num subproduto, as motos que eles não comercializavam nos states.

Mostra-se que vale a pena tentar e nunca deixar de olhar para o que nos envolve.


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques

@joaodavespa



PS: Não era este modelo, mas não interessa.
Adicionar legenda