Google+ Badge

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Um bom exemplo do que é um tiro no pé (táxis)

Um bom exemplo do que é um tiro no pé



Os protestos dos Taxistas ontem, em Lisboa, foi uma revelação triste do que são alguns destes profissionais . Repito, ALGUNS. Talvez o “incendiarismo” com que nos brindaram pudesse ter sido evitado com chefias profissionais

Se os taxistas já eram impopulares à data de ontem, reforçaram a sua impopularidade . Cenas de violência gratuita, gritaria, histerismos ….foi o que se viu…pela TV o que se viveu.

Os taxistas pretendem manter o  monopólio do seu serviço. Impensável nos dias de hoje.  Nem a Saúde, sector muito mais nevrálgico consegue deter este status.
O que os sindicatos e os responsáveis deste serviço deviam fazer, JÁ, era olhar para dentro…..
Curiosa opinião, não uma verdade absoluta, emitiu o Embaixador da Irlanda em Portugal.


A Uber, a Cabify e muitas outras plataformas que facultam serviços de transporte têm de se reger por leis, leis que têm de ser idênticas para todos.  O que me leva também a colocar a seguinte questão. 

Como é que é permitido haver táxis a prestar um serviço público com matrículas anteriores a 2000?