Google+ Badge

sábado, 23 de maio de 2015

Tips for life - #109


Everyone has a plan until they get punched in the face. Mike Tyson
 
 
Antecipe os murros, pense antecipadamente em soluções, em cenários, mas não deixe de colocar em prática as suas ideias, os seus sonhos. A Lei de Murphy não é uma certeza. Certeza, ou quase, é, se nada fizer de diferente, nada de diferente acontecerá consigo

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Qual é o fumador mais antissocial? O pedestre ou o motorizado?


Qual é o fumador mais antissocial? O pedestre ou o motorizado?

Sem dúvida o motorizado. Raramente usam o cinzeiro da viatura. Independentemente de se transportarem num Uno 45 ou num Jaguar topo de gama. Não querem a sua viatura conspurcada….e usam até breeze continuo no bólide.

Cinzas, rua chão , sempre fora do carro

Recentemente senti-me quase à beira de um vulcão a debitar lava. Uma senhora cheia de anéis, de brincos, de bichebeque , comigo parado ao lado com a minha vespa bulldog, cinzeirava a rua, a minha vespa, a mim

Digo-lhe que a cinza estava a ser deitada para o chão e para cima de mim….respondeu-me com um hammm…entretanto o semáforo abre, ela segue para um lado e eu para o outro.

Acredito que a lady em causa tinha  miolos de cinza queimada, passe o pleonasmo.
O que fica vosso é isto...

domingo, 17 de maio de 2015

Tips for life - #108


Wondering is the seed of genius William Mocca
 
Quando tentamos escrever algo diferente sobre uma afirmação e nos lembramos que alguém já o fez muito melhor do que nós seríamos capazes de o fazer...
.
Apesar da tradução não ser a correcta,...segue o poema


Pedra Filosofal / António Gedeão

Eles não sabem que o sonho

é uma constante da vida

tão concreta e definida

como outra coisa qualquer,

como esta pedra cinzenta

em que me sento e descanso,

como este ribeiro manso

em serenos sobressaltos,

como estes pinheiros altos

que em verde e oiro se agitam,

como estas aves que gritam

em bebedeiras de azul.

 

eles não sabem que o sonho

é vinho, é espuma, é fermento,

bichinho álacre e sedento,

de focinho pontiagudo,

que fossa através de tudo

num perpétuo movimento.

 

Eles não sabem que o sonho

é tela, é cor, é pincel,

base, fuste, capitel,

arco em ogiva, vitral,

pináculo de catedral,

contraponto, sinfonia,

máscara grega, magia,

que é retorta de alquimista,

mapa do mundo distante,

rosa-dos-ventos, Infante,

caravela quinhentista,

que é cabo da Boa Esperança,

ouro, canela, marfim,

florete de espadachim,

bastidor, passo de dança,

Colombina e Arlequim,

passarola voadora,

pára-raios, locomotiva,

barco de proa festiva,

alto-forno, geradora,

cisão do átomo, radar,

ultra-som, televisão,

desembarque em foguetão

na superfície lunar.

 

Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.

 

In Movimento Perpétuo, 1956