Google+ Badge

sábado, 12 de setembro de 2015

Sócrates Garoto Propaganda - Product Placement & Product Hidden -


O repasto que chegou visualmente  a público dado pelo Srº. (Engº.) José Sócrates no dia do potencial grande debate entre Pedro Passos Coelho e António Costa é uma excelente modo para mostrar o que é Product Placement e Producta Hidden.  No primeiro caso vemos a Água do Luso. No segundo caso não vemos nada. Inferimos que se bebeu vinho, mas não sabemos qual, quanto,…talvez tinto, talvez.

Outro exemplo de Product Placement espontâneo é o boy da Telepizza. O moço devia ser promovido.

Também podemos tentar descobrir a quem pertencem os 3 copos em falta. Começando na família socialista. Não acredito que seja Costa (o debate foi em directo); Seguro jogaria pelo seguro, não estaria presente; Soares talvez já estivesse de pantufas; Vara janta sempre em casa; a dos da casa da LENA também não  Quem seriam…ou quem se baldou.

Eu não me baldei; não fui sequer convidado.

Um dado importante retiro desta foto. Há amigos fieis ....e o José sempre conseguiu trazer parte da sua biblioteca da Sorbonne.

Agora pergunto-me: qual o intuito de uma foto destas? Pré-lançamento de um novo partido. Um que não deixe suspeitas?  Um apoio descarado e sincero  António Costa?

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Personas e a utilidade de saber histórias e história

Personas e a utilidade de saber histórias e história  
A história do mundo é, essencialmente, história de idéias. - H. G. Wells
Há a ideia que o mundo digital 2.0, 3.0, 4.0….and so on é um admirável mundo novo , mas não é bem assim. Que Aldous Huxley me perdoe o abuso na utilização do título de um dos seus livros.
Fala-se agora nos follow ups  que a tecnologia permite que se façam. Sempre se fez. Com telefone, com face to face, com fax…enfim, sempre se fez. Os que tinham brio e que gostavam de acompanhar o Cliente, faziam-no.
Agora fala-se de Personas. Um copy past valente da wikipédia diz-nos:” Persona, no uso coloquial, é um papel social ou personagem vivido por um ator. É uma palavra italiana derivada do Latim para um tipo de máscara feita para ressoar com a voz do ator (per sonare significa "soar através de"), permitindo que fosse bem ouvida pelos espectadores, bem como para dar ao ator a aparência que o papel exigia.”

“A palavra latina derivada da palavra etrusca "phersu", com o mesmo significado, e seu significado no último período Romano alterado para indicar um "personagem" de uma performance teatral.” 

Isto das Personas, percebe-se, não é de agora. Tem o seu tempo, não? Mas temos também Personas no Design, na Comunicação e na Música. Não posso deixar de vos falar de David Bowie, no memorável alienígena Ziggy Stardust, uma Persona que eu ouvi muitas e repetidas vezes. Os que não conhecem, procurem….

Mas vamos então para os tempos de hoje, para o que pode ser uma Persona 2.0.

Personas são uma ferramenta extremamente valiosa para os marketers de hoje, independentemente do sector em que actuam.  Se não estiver  familiarizado com o termo, podemos dizer que Personas são representações de seu público-alvo , produzidas com base em pesquisas e entrevistas.

Personas são personagens fictícias criados para representar os diferentes tipos de usuários.  Personas são também  um método de segmentação de mercado a ser usada dentro de um determinado alvo demográfico, comportamento ou atitude.

As equipas de marketing e todos aqueles que cuidam e se preocupam activamente com os negócios, independentemente de serem sua propriedade ou não,  já, pelo menos mentalmente criaram as suas hipotéticas Personas. Estas Personas ajudam a direcionar melhor toda a sua produção de conteúdos (de marketing)  para os seus diferentes tipos de público.

Se não tiver este trabalho escrito, vá escrevendo sobre estas personagens, vá estudando-as, vá elaborando-as. Vá imaginando o que elas podem querer fazer, qual a imagem que querem passar, qual o objectivo que pretendem alcançar.

Esta análise vai melhorar o seu Smart Content.

Pense em criar Personas potenciais Clientes de um Casino. Imaginemos o Casino do Estoril. Eu criaria:

a)      Homens e mulheres que gostam de jogar, de todas as idades, das classes A, B e C.

b)      Homens e mulheres que visitam as salas de jogo para combater alguma da sua solidão.

c)       Homens e mulheres que visitam as salas de jogo para conhecerem pessoas do sexo oposto.

d)      Homens e mulheres que, para fazer tempo, visitam as salas de jogo e os bares.

e)      Homens e mulheres que visitam o espaço para viverem uma experiência de requinte e glamour.

f)       Homens e mulheres que visitam o Casino para vivenciarem experiências culturais.


Dentro destas 6 categorias pode começar a colocar layers,  isto é, aprofundando o seu “carácter”. Qual  idade dos mesmos; qual o seu estado civil; formação académica; profissão; como ocupam o tempo; moram perto ou longe.

Vai ver que vai chegar a muitas Personas, muitas Personas diferentes. Algumas das quais não as imagina Clientes do Casino, mas eles são.

Nota: 63% remember stories while only 5% remember statistics. What's your #contentmarketing strategy?

João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.com
@joaodavespa; about.me/joaodavespa

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Gémeos? Só se separados à nascença



                                            Este Twins é um filme simples, mas engraçado.



Já estes dois, em cada ramo de actvidade, parecem ser gémeos, mas separados à nascença, como os de cima. Ambos possuem o poder da informação.
Devia fazer-se um programa de informação só com os dois.