Google+ Badge

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

PORTUGÁLIA - CERVEJARIA FINA?

Algo que me causa pena é más gerências e respostas descabidas de quem nos presta serviços. Mais ainda por parte de quem tem que dar exemplos aos sues ubordinados

Ontem, ao regressar a casa, sem jantar, resolvo parar ao balcão da velha Portugália, quase vazio nesse momento… Fazia tempo que não ia lá…muito menos para ficar ao balcão.

Peço a minha imperial, uns tremoços e um creme de marisco (resisti à travessa de batata frita cheia de mostarda). O que faz a idade e a preocupação com o colesterol. O empregado que me atende faz uma graça com copos e canecas…tentando vender-me uma caneca, dizendo que era algo novo e exclusivo para mim. Em 10 minutos que estive ao balcão vendeu duas. Nada mal! Uma das respostas foi: “Dê lá uma dessas então!”

Subitamente o balcão começa a ter Clientes…alguns empregados a dar conta do recado e eis que uma senhora, com sotaque brasileiro, lança o pedido de uma imperial para o balcão…mesmo em frente do gerente ou chefe de balcão….alguém que andava sem farda. Resposta imediata deste: “tem que pedir ao empregado!”

Sem me querer alongar sobre perfis profissionais e pessoas (dês)ajustadas ao que fazem…este empregado da Portugália deve prestar um mau exemplo a quem trabalha com ele. A nós, que estávamos ao balcão, prestou.
Enviar um comentário