Google+ Badge

domingo, 21 de maio de 2017

BOAVISTA BENFICA, O SUBBUTEO E OLISIPO


Futebol na actualidade
 
 
BOAVISTA BENFICA, O SUBBUTEO E OLISIPO

"Vou à missa na mesquita", expressão alentejana

 Para aqueles que não se lembram, o Subbuteo é um jogo de futebol de mesa que se joga de com as mãos. É o que se passa com o futebol dos dias de hoje…joga-se com as canetas, não no campo, mas nas secretarias e outros locais.  Qualquer destes locais é pouco transparente ou mesmo “nubloso”.

O que se passou no passado jogo Boavista Benfica, da última jornada da época 2016/17, foi uma autêntica vergonha. Uma medida digna de um Lenine ou Le Pen, o passado e presente da realidade. Nem um nem outro condenados pelas suas políticas ou ideias.

Lembro-me de uma expressão alentejana que ouvia: “vou à missa na mesquita”. Esta relata o espírito aberto que os portugueses possuem relativamente a outros credos, a outras gentes. Mas esta abertura não é de hoje, parece que sempre nos acompanhou.

Levo-me assim aos tempos de Olisipo. Por altura que Lisboa era Olisipo. Olisipo era cosmopolita. Viviam por lá cerca de 30 mil habitantes. Atraia comerciantes e gentes de todo o mundo.  Descendentes de cartagineses, romanos, gregos, lusitanos, povos daqui a dali passeavam e viviam em Lisboa. A harmonia religiosa entre os deuses gregos, romanos e outros era mais uma das características desta nossa urbe. Igrejas construídas sobre templos islâmicos, não impediam que os respectivos credos fossem realizados. Esta dado parece ter sido a realidade da Sé de Lisboa.

Chegamos ao ano de 2017 e vemos que famílias ficam impedidas de entrar num evento público, para o qual compraram bilhete, que não foi barato, porque vão vestidos com as cores do seu clube do coração, neste caso o Benfica

Lembro-me de ser catraio e ir a futebol sozinho ou com amigos, catraios com eu, sem ter medo, sem os meus pais terem medo do que me pudesse acontecer. Ia ver o meu Sporting.

Lamentável esta situação do Boavista / Benfica, lamentável o que se passa no futebol.

João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques
http://jpmarques.blogspot.com
@joaodavespa

 
Enviar um comentário