Google+ Badge

domingo, 23 de dezembro de 2012

Bolo-rei.


Bolo-rei (e uma pequena história sobre ele).

É um dos meus bolos favoritos. Felizmente que é difícil encontrá-lo fora das festas. Encontro um substituto digno, o Caracol. Apanhei um pequeno quiz no Expresso sobre o bolo-rei. Segue as respostas correctas do mesmo. Porque saber de doces também é saber de história:

O quadro que inspirou o Bolo-rei foi pintado por Jean-Baptiste Greuze e tem o nome de "Le Gâteau des rois". Sinto-me confortado pelo autor também se chamar João.
Passo o ano todo a dizer para mim que sou mais de “salgados” do que de “doces”. Mas eu sou mesmo é de “doces & salgados”.

Caracol 

O Bolo-rei nasceu em França. Foi proibido após a revolução francesa porque era conotado com a realeza.


A sua simbologia representa os presentes oferecidos pelo Gaspar, Belchior e Baltasar, os três Reis Magos.

O primeiro fabricante português foi a Confeitaria Nacional.

Há o chamado Bolo-rainha. Mas este não leva frutas cristalizadas. As frutas cristalizadas são banhadas em Xarope de Açúcar.  

A fava no Bolo-rei significava azar. Quem a apanhava, pagaria o  próximo bolo. No entanto, a CE, por motivos de segurança, retirou esta tradição. Coisas da ASAE comunitária.

Esta próxima informação deixa-me assustado. Cada fatia de 100gr tem 321 calorias.Xi...

Aproveitem-no. Eu já comecei...



Enviar um comentário