Google+ Badge

terça-feira, 4 de junho de 2013

Quotes - #15 Marketing and sales

If plan “A” fails — remember you have 25 letters left - Chris Guillebeau



Podemos não acertar à primeira, o que acontece a mior parte das vezes. Mas podemos acertar lá mais a frente. Há um fine tunning permanente que pode e deve ser feito.

Lembro-me de ler sobre o  lançamento / entrada da Honda (motos) nos Estados Unidos. Anos 60 do século passado. Eles quiseram entrar com motos de grande cilindrada. O mercado americano era assim. Apenas big bikes. Reinava a Harley Davison   e a Triumph, mas afastada.

Os japoneses tinham motas grandes e  mais  baratos. Mas, na altura, eram menos ajustados ao tipo de uso feito na américa. Os americanos faziam grandes viagens. As motas japoneses tinham alguns problemas a responder a este desafio. Pingavam óleo. Tinham que ser arranjadas no Japão. Toda a margem conseguida na venda esbatia-se no serviço de reparação

Mas a operação nipónica tinha, apenas para serviço da empresa, umas motos mais pequenas.
A operação das motos de grande cilindrada corria mal.  Um dos gestores, um dia, para combater a frustração com os resultados, foi fazer um cross com uma das suas motos mais pequenas.

Gostou da experiência e resolveu convidar os seus colegas para uma nova experiência. Todos gostaram. Mas, o mais importante, foi que, sem terem nada planeado, tiveram público. Quando acabou o “passeio” foram interpelados pela assistência. Esta  perguntou-lhes onde se vendiam as motas.

A resposta foi: não estão a venda; não temos para vender. Tinham uma estratégia e não a queriam abandonar. As motas de grande cilindrada

Só com muita insistência por parte de muitos americanos que queriam comprar as motos mais pequenas , a Honda começou a vender nos states estas motas de mais baixa cilindrada.

Não só a Honda percorreu algumas letras do abecedário, como também teve de alterar a sua estratégia.

Muitas vezes a solução do sucesso está na embalagem, num subproduto ou numa abordagem diferente. Neste caso estava, digamos,  num subproduto, as motos que eles não comercializavam nos states.

Mostra-se que vale a pena tentar e nunca deixar de olhar para o que nos envolve.


João Paulo Marques
O tempo não pára, não pare você também.
http://www.linkedin.com/in/joaopmarques

@joaodavespa



PS: Não era este modelo, mas não interessa.
Adicionar legenda

Enviar um comentário